domingo, 9 de outubro de 2016

0

Vestido de Noiva

               O texto dramático de Nelson Rodrigues intitulado “Vestido de Noiva” é dividido em três atos. As personagens estão inseridas em três planos diferentes: realidade, alucinação e memória. O fio condutor é Alaíde, que de forma fantasiosa, traça o enredo e seu devido desenrolar. As personagens se ligam por uma tragédia: a morte. Fato relatado com veemência ao longo da trama por todas as personagens.
            O autor faz uso do mistério, criando diversas reviravoltas, fazendo com que o leitor/espectador entre na história, instigando seu respectivo interesse. A tragédia cotidiana, evidente na obra de Nelson Rodrigues, revela as fraquezas do ser humano. A família é o alvo dessa discussão, quando aos poucos uma moça com véu se revela na memória da falecida Alaíde. O vestido de noiva cobiçado por Lúcia, irmã, é a grande ferida aberta, causadora de discórdias, culminado em uma morte desejada.
            Alaíde está imersa em uma espécie de purgatório, local onde lembranças se confundem com alucinações, sendo evidentemente entendidas no plano da realidade, até vir à tona a identidade de quem havia morrido. O primeiro sinal dessa alucinação se torna claro, quando Alaíde, no início do primeiro ato, procura por Madame Clessi.
As personagens que dividem a cena com Alaíde são três dançarinas e dois homens que lembram o rosto de seu marido, Pedro. Essas pessoas afirmam a morte da mulher, porém Alaíde não se conforma. Após esse momento, Clessi surge. Afinal, como é possível uma mulher dada como morta aparecer aos olhos da personagem? Assim, com a ajuda de Madame Clessi, Alaíde arranca aos poucos da memória o que havia ocorrido. Desde o suposto assassinado de seu marido, realizado por ela, à sua própria morte.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

0

Theodoro de Bona

Nathalia Cavalcante 
Colaboração: Cinevídeo 1
Theodoro de Bona em Morretes

No dia 11 de junho de 1904, nascia em Morretes, Paraná, o pintor e professor Theodoro de Bona. Ainda criança muda-se para Curitiba, e passa a estudar no Colégio Bom Jesus, onde começa a ter contato com as artes. Faz curso de desenho, mais tarde torna-se aluno de Alfredo Andersen. Em 1927, viaja para Veneza, na Itália, onde permanece durante dez anos. Através de uma bolsa de estudos faz cursos nos quais pôde aperfeiçoar técnicas de pintura. Na Europa descobriu a arte do pintor francês Paul Cézanne e, com isso, levou a cor para suas obras. De Bona apresenta raízes impressionistas, em que captam a impressão visual produzida por cenas e formas derivadas da natureza e variações nela ocasionadas pela incidência de luz, cores e contrastes para obter, plasticamente dinamismo e objetivos. A obra do
Terra Prometida/Imigrantes
artista é composta por paisagens, retratos e telas com sua família.
Fundação de Curitiba
O pintor possui várias telas expostas em diferentes lugares. Duas delas, Imigrantes e A fundação de Curitiba, estão no Salão Nobre do Colégio Estadual do Paraná. O especialista em artes, Fernando Bini define Theodoro de Bona como o mestre de todos nós, que recria paisagens. O artista recebeu o título de Cidadão Honorário de Curitiba, outorgado pela Câmara Municipal, em 1981, e a Comenda Honorífica da Ordem do Mérito da República Italiana, no grau de Cavalieri Officiale, em 1983. Theodoro de Bona falece em Curitiba em 1990.

domingo, 11 de setembro de 2016

0

A SANGUE FRIO – TRUMAN CAPOTE

      Nathalia Cavalcante  

       

 A reportagem de Truman Capote foi publicada primeiramente, em quatro partes na revista The New Yorker. Posteriormente, transformada em romance, em 1965. Capote faz uma compilação de informações a respeito do assassinato de quatro membros da família Clutter: Herbert William Clutter, fazendeiro de 48 anos, respeitado na comunidade; sua esposa Bonnie Fox Clutter, 45 anos, que sofria de problemas nervosos; e seus filhos adolescentes, Kenyon Clutter, 15 anos e Nancy Clutter, 16 anos. Moradores de uma pequena cidade chamada Holcomb, no Kansas, Estados Unidos, uma família metodista, sem problemas com vizinhos. Essa era uma questão que mais chamava a atenção entre os moradores e os investigadores, o porquê dos assassinatos, se a família não apresentava pendências na cidade.
Truman Capote
        Capote situa o leitor para que se possa entender como era o cotidiano da família Clutter e em paralelo as ações de Dick e Perry os assassinos. O enredo é rico em detalhes. A descrição mais impressionante, é em relação a forma como foram encontrados na manhã de 15 de novembro de 1959. Toda a cidade se manteve em alerta e desconfiada. Todos os moradores viraram alvo de suspeita. Bobby Rupp, namorado de Nancy, também foi lembrado por ter sido o último a ver a família. Apesar da suspeita, ele acreditava que esse era o papel da polícia.

domingo, 28 de agosto de 2016

0

CAMPOCONTRACAMPO

Documentário, 2016.
Trailer

Direção de Nathalia Cavalcante





 Uma paixão chamada Cinema. A arte que inspira muitas pessoas faz parte da vida de Estevão Furtado, um administrador que nunca deixou de lado sua admiração pela sétima arte. Assim, Estevão, traz à tona memórias que se confundem com um enredo cinematográfico.

Produção, Roteiro e Direção
Nathalia Cavalcante

Assistência de Direção

Herminia Motta

Direção de Fotografia e Montagem

Nathalia Cavalcante

Câmera
Estevão Furtado
Nathalia Cavalcante

Som Direto

Herminia Motta